Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

Leilão de carros: dicas para fazer uma boa compra e não cair em golpes

Com veículos que chegam a 80% de desconto, leilões são uma boa opção de compra, mas é preciso ficar atendo a detalhes

A oferta de carros colocados à venda em leilões judiciais (venda pública que ocorre por determinação da justiça) e extrajudiciais (vendido por financeiras ou bancos por causa de dívidas de clientes inadimplentes) já é uma atividade popular no Brasil, especialmente pelo momento econômico vivido. "Como muitos compradores não estão conseguindo pagar o financiamento de seus automóveis, eles acabam devolvendo os veículos para as instituições financeiras. Esses carros são encaminhados para leilão e aumentam a oferta, o que se torna uma grande oportunidade para quem busca um seminovo", explica o leiloeiro público Helcio Kronberg.

As ofertas são vantajosas tanto para quem compra quanto para quem vende. Com preços que podem chegar a mais de 80% de desconto se comparado ao valor de mercado, os compradores podem fazer um bom negócio com carros seminovos e os vendedores têm o dinheiro rápido na mão. Diariamente há ofertas de veículos em sites de leilões e somente em outubro e novembro, no site Kronberg Leilões, há mais de 150 veículos em oferta. Entretanto, para aproveitar as oportunidades, é preciso ficar atento e seguir algumas dicas.

De acordo com Kronberg, comprar veículos em leilões é seguro, mas exige uma certa dose de cuidado dos interessados. "Com a popularização desse tipo de venda, aumentou muito a proliferação de sites falsos de leilões. Todos os dias são publicados novos sites de golpistas a fim de diminuir a credibilidade do mercado. Muitos dos sites não trazem o nome do leiloeiro para não chamar a atenção. Somente após a suposta arrematação, os golpistas encaminham um termo de arremate, que traz o nome de um leiloeiro falso, possivelmente o titular de uma conta corrente, que servirá para o golpe", explica.

Ainda segundo Kronberg, algumas das recomendações são conferir no site do leiloeiro e no site da Junta Comercial qual o verdadeiro telefone de contato do leiloeiro, pois os falsários contam com um bom sistema de atendimento por WhatsApp ou por outros meios virtuais. Também é importante conferir o número de telefone da leiloaria na Junta Comercial e ligar, para verificar se o escritório tem mesmo uma estrutura física e atendimento de verdade. Desconfie também de preços muito abaixo da realidade”, explica.

Confira outras dicas para se dar bem um leilão de carros:

Leia o edital

Por ser um documento extenso e cheio de informações, algumas pessoas não leem atentamente o edital do leilão. É lá que estão todas as regras, descrição do estado do veículo, peculiaridades, custos, entre outras informações. É preciso ler e reler para saber se o veículo traz alguma dívida, multa ou algo que desagrade o comprador. Sempre que alguém participar do leilão, pressupõem-se que o indivíduo leu o edital.

Peça para ver o veículo pessoalmente

Apenas fotos não bastam. É preciso verificar o estado do veículo pessoalmente. Geralmente o edital já traz todas as informações e contatos para que os interessados saibam. Verifique portas, motor, estofamento, lataria, pneus e tudo o que julgar necessário. Se desejar, vá ao local acompanhado de um mecânico.

Cuidado com sites terminados em .com

Todos os dias são publicados novos sites de golpistas. Desde o ano passado, o Sindicato dos Leiloeiros do Paraná já identificou pelo menos 300 sites falsos de leilões, que vão mudando de endereço de rede (URL) a cada semana. Os golpistas têm feito anúncios no Google e em outros sites de busca, geralmente com domínios terminados em .com, .org ou .com/br. Procure sempre sites de leilões terminados em .com.br, sem barra antes do br, além de preferir leiloeiros conhecidos que divulguem por outros meios que não apenas no Google. Também é bom checar há quanto tempo o site está no ar. Se for recente, desconfie. Basta colar a URL do site em www.registro.br. Outra dica é que quando se trata de leilões judiciais deve-se procurar os editais publicados no Diário da Justiça para verificar se aquele bem anunciado está correto.

Programe os lances

Defina o valor que quer pagar pelo veículo e dê lances somente se realmente for comprá-lo. A desistência da compra implica em cobrança de taxas pela desistência.

Planeje a retirada do veículo

Caso deseje retirar o veículo pessoalmente, procure saber se tem combustível, se a bateria funciona ou se não há problemas mecânicos ou com a documentação que impeçam a circulação. Se o veículo não for retirado na data determinada, o comprador deverá pagar uma taxa diária pela permanência no pátio do leiloeiro.