Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

Leilão - Perguntas Frequentes

A Kronberg responde abaixo às principais dúvidas sobre leilões. Clique nas perguntas e veja a reposta para os questionamentos mais frequentes:

O que é um leilão?
O que significa leiloar?
Como se chama uma pessoa que faz leilão?
O que é um leiloeiro oficial?
Como saber se o leiloeiro é oficial?
O que faz um leiloeiro oficial?
Para que serve o leilão?
Como funcionam os leilões?
Quais as formas de participar de um leilão?
O que precisa para participar de um leilão?
Como comprar em leilão?
Como fazer uma boa compra no leilão?
Como ganhar em um leilão?
O que é o comitente no leilão?
O que é um lote?
Posso ver os bens que desejo arrematar?
Como faço para agendar visita?
O que é lance mínimo ou inicial?
O que é incremento?
Quando encerra o leilão?
Quem não pode participar de leilão judicial?
O que é leilão privado?
Como comprar um imóvel em leilão?
Quem arremata o imóvel é responsável pelas suas dívidas?
O que é uma carta de arrematação?
Até quando o arrematante pode desistir da arrematação?
Quando ocorre o aperfeiçoamento da arrematação?
É possível arrematar um imóvel coletivamente?
Precisa homologar cadastro para participar de leilão?
Como envio minha documentação?
Cadastrando-me no site, recebo informações sobre os próximos leilões?
O que fazer se o imóvel que arrematei estiver ocupado?
Quando posso mandar a proposta?
Minha proposta foi recebida?
Propostas de credores têm preferência?
Se eu der uma proposta agora maior que o lance vai valer a minha proposta?
Como funciona a caução dos 25%?
Qual potencial construtivo do Imóvel?
Não consegui achar a localização do lote.
Saldo de leilão quita IPTU e condomínio?
Se a dívida do condomínio for maior que o arremate o saldo fica para o arrematante pagar?
O que é um repasse no leilão?
O que é a modalidade de licitação leilão?
O que quer dizer leilão em loteamento?
O que acontece depois leilão?
Como funcionam os sites de leilão online?
Qual leilão online é confiável?
Como participar de leilões na internet?
Quanto tempo dura um leilão online?
Como vencer um leilão online?
Como saber se um leilão é confiável?
Como saber se um leilão é falso?
Como identificar site de leilão falso?
Como funciona o pagamento de leilão online?
Quem paga a comissão do leiloeiro?
A comissão do leiloeiro é negociável?
Como funciona as parcelas de um leilão?
Arrematei e qual o próximo passo?
Quando recebo a guia qual o prazo de pagamento?
Após arremate quanto tempo para receber a carta de arrematação?
Como funciona a retirada do lote após o arremate?
Como cancelar lance de leilão?
O que acontece se eu desistir de um leilão?
O que acontece se eu não pagar um leilão?
Por que os carros e outros veículos vão para leilão?
O que acontece quando um carro vai para leilão?
Qual a desvalorização de um veículo de leilão?
É bom comprar carros de leilão?
Como é que faz para participar de leilões de carros ou outros veículos?
Como funciona a compra de carros em leilão?
Como funciona leilão online de carros?
Os débitos de veículo são baixados?
O que significa quando o carro é de leilão?
O que significa veículo com passagem em leilão?
Como funciona leilão de carros recuperados de financiamento?
O que é um veículo de repasse?
Que modalidade de licitação é utilizada pelos órgãos públicos para a venda de bens móveis inservíveis e imóveis?
Quais são as modalidades de licitação pública?

O que é um leilão?

Leilão é uma modalidade de venda no qual publicamente os participantes (licitantes) superam através de lances verbais, silenciosos ou eletrônicos através da manifestação de vontade ao leiloeiro que comanda o ato, definindo o maior lance como arrematado, simbolicamente pela batida do martelo, após a tradicional frase, dou-lhe uma, dou-lhe duas, dou-lhe três.

O que significa leiloar?

Leiloar é o ato de vender em leilão, colocando os bens à disposição do público. Pela legislação brasileira somente leiloeiros públicos oficiais, administrativos ou rurais podem comandar leilões.

Como se chama uma pessoa que faz leilão?

A pessoa que comanda o leilão é chamada de leiloeiro. Pregoeiro é quem comanda pregão.

O que é um leiloeiro oficial?

Leiloeiro público oficial é o profissional habilitado pela Junta Comercial através de matrícula, que lhe confere fé pública para os atos praticados em leilão.

Como saber se o leiloeiro é oficial?

O leiloeiro público oficial deve ser matriculado e anualmente credenciado pela Junta Comercial a que está vinculado, portanto a melhor forma de saber se um leiloeiro é de fato oficial é consultar no site da Junta Comercial.

O que faz um leiloeiro oficial?

Leiloeiro público oficial realiza os atos preparatórios, de execução e posteriores aos leilões públicos aos quais foi contratado ou designado pelo Poder judiciário. Realizar oferta pública a quem mais der.

Para que serve o leilão?

Leilão serve para venda de bens de forma transparente, inequívoca, impessoal, e para quem ofertar o maior valor, dentro das condições estabelecidas pelo vendedor.

Como funcionam os leilões?

Os leilões são regidos pela legislação específica, como código de processo civil, lei de execução fiscal, CLT (consolidação das leis do trabalho), código de processo penal, lei de recuperação judicial e falências, alienação fiduciária, código comercial, entre outras. Mas o funcionamento é sempre definido no edital de leilão portanto é essencial conhecê-lo, e pode mudar de um leiloeiro para outro.

Quais as formas de participar de um leilão?

As formas de participar de um leilão são: de forma presencial ou à distância. De forma presencial é em auditório, com lances verbais, silenciosos ou por propostas escritas, promovido o ato público com a presença do leiloeiro. À distância é da forma definida em edital de leilão, com participação por telefone, email, plataforma eletrônica, aplicativos; algumas modalidades podem ser mistas, com a possibilidade de lances presenciais em igualdade de condições com lances à distância, em tempo real.

O que precisa para participar de um leilão?

É preciso ter capacidade (ser maior de 18 anos, ou emancipado, se representante legal de empresa, ter poderes para tanto; estar na livre administração de seus bens, não ser falido; nos leilões judiciais não estar no rol dos legalmente impedidos. Os leilões costumam exigir do participante um pré-cadastro para sua participação. Quando de forma eletrônica geralmente necessitam de prazo de anterioridade para verificação das informações e homologação do participante (licitante). Nos leilões presenciais geralmente tem-se um cadastro realizado antes do início do leilão.

Como comprar em leilão?

Para comprar um leilão basta comparecer no dia e hora marcados pelo leiloeiro para realização do ato presencial.
 Caso o leilão seja realizado exclusivamente de forma eletrônica ou na modalidade mista (ou simultânea, naquela que lances eletrônicos são admitidos em igualdade de condições com lances presenciais) para participar eletronicamente deve-se realizar o cadastro com a anterioridade definida, aguardar a homologação e realizar os lances. Não é necessário aguardar o horário marcado para o início do leilão, pois naquele momento o leiloeiro inicia o encerramento do leilão, portanto os lances devem ser dados com antecedência, a somente no encerramento tem-se a disputa final.

Como fazer uma boa compra no leilão?

Para fazer uma boa compra em leilão é necessário ter-se certeza do bem que está sendo vendido, verificar sua localização, estado de conservação, características, pois depois de arrematado não é possível a desistência. Mas, principalmente, verificar qual o preço máximo que pode ser pago, pois o lance mínimo é aquele definido pelo vendedor não ficando autorizada a venda mais baixa.

Como ganhar em um leilão?

Verificando as condições de leilão pode-se ter a perfeita compreensão de suas regras. Num leilão judicial normalmente os lances à vista preferem os lances a prazo. Num leilão extrajudicial os valores de venda podem não ser predefinidos pelo vendedor que analisará a melhor oferta (são chamados lances condicionais, quando ficam sujeitos à apreciação do comitente vendedor).

O que é o comitente no leilão?

Comitente é aquele que procura o leiloeiro para colocar os bens à venda.  A Relação entre o leiloeiro e o vendedor é celebrada através de um CONTRATO DE COMISSÃO. O contrato de comissão tem por objeto a venda de bens pelo comissário (representante), em seu próprio nome, à conta do comitente (representado). O comissário é obrigado a agir de conformidade com as ordens e instruções do comitente.

O que é um lote?

Um leilão é organizado em várias vendas realizadas em determinado período de tempo. Essas vendas são individualizadas em lotes, que podem ser unitários ou de reunião de mais de um item dentro de um lote.

Posso ver os bens que desejo arrematar?

Normalmente os editais de leilão trazem as formas e datas disponíveis para visitação. Para tanto o leiloeiro pode ser contatado.

Como faço para agendar visita?

Entrando em contato com o leiloeiro, a menos que o edital de leilão já traga data e hora pré-definida.

O que é lance mínimo ou inicial?

Lance mínimo ou inicial  é o preço que o comitente vendedor ou juízo admite como oferta mínima a ser realizada pelo comprador (licitante), não admitindo preço inferior.

O que é incremento?

Incremento é o valor que se soma ao lance anterior, não podendo ser inferior. É o quanto se acresce ao lance anterior a fim de evitar a eternização de um leilão. Por exemplo. Um leilão que se inicia em 1.000,00, com incremento de 100,00, poderá admitir lances de 100,00 em 100,00 reais, não menos. Valor incremental maior é admitido. Inferior, não.

Quando encerra o leilão?

Leilão se encerra com a 3ª batida do martelo do leiloeiro em DOU-LHE TRÊS, considerando o maior valor como ARREMATADO, ou seja, VENDIDO. Nos leilões eletrônicos outras formas podem ser definidas para se considerar a venda. O Conselho Nacional de Justiça definiu na Resolução 236 as formas de realização de leilões judiciais eletrônicos, tal como o interstício de 3 minutos entre o último lance dado e a sua finalização. Havendo entre o primeiro segundo quando iniciada a finalização do leilão e 180º segundo o cronômetro é reiniciado, e assim sucessivamente até que não haja cobertura de lance e o sistema do leiloeiro considere como maior valor de venda, homologando-o como ARREMATE.

Quem não pode participar de leilão judicial?

Pode oferecer lance quem estiver na livre administração de seus bens, com exceção :I - dos tutores, dos curadores, dos testamenteiros, dos administradores ou dos liquidantes, quanto aos bens confiados à sua guarda e à sua responsabilidade; II - dos mandatários, quanto aos bens de cuja administração ou alienação estejam encarregados; III - do juiz, do membro do Ministério Público e da Defensoria Pública, do escrivão, do chefe de secretaria e dos demais servidores e auxiliares da justiça, em relação aos bens e direitos objeto de alienação na localidade onde servirem ou a que se estender a sua autoridade; IV - dos servidores públicos em geral, quanto aos bens ou aos direitos da pessoa jurídica a que servirem ou que estejam sob sua administração direta ou indireta; V - dos leiloeiros e seus prepostos, quanto aos bens de cuja venda estejam encarregados; VI - dos advogados de qualquer das partes.

O que é leilão privado?

Todos os leilões realizados por leiloeiros são públicos, ou seja, são transparentes, impessoais, e buscam a melhor oferta de valor. Diz-se leilão privado aqueles que não são realizados no interesse público. Uma prefeitura, o Estado, o Distrito Federal, a União, órgãos da administração pública direta e indireta, empresas públicas, sociedades de economia mista, autarquias, são entidades de interesse público logo devem realizar vendas públicas Leilão é uma forma definida na Lei de Licitações (lei 8.666/93). Usualmente são chamados de leilões administrativos.  Já as empresas privadas, associações, fundações, pessoas físicas, instituições bancárias ou financeiras sem participação de capital público, podem realizar alienações de seus bens, e quando contratam leiloeiros para realização não precisam estar amparadas na lei de licitações, portanto usam a terminologia de leilões privados, como por exemplo os leilões rurais, ou de veículos de bancos e seguradoras. Não se confundem com leilões realizados pelo Poder Judiciário, que são judiciais (e consequentemente públicos).

Como comprar um imóvel em leilão?

Um imóvel pode ser adquirido em leilão através de lances verbais realizados em auditório ou através da internet pelo site do leiloeiro.  Não são apenas disponibilizados lotes de imóveis como casas, apartamentos, conjuntos comerciais, sobrados, terrenos, sítios, chácaras, fazendas,  Máquinas, equipamentos, móveis, utensílios, ferramentas,  veículos,  direitos e diversos móveis.

Quem arremata o imóvel é responsável pelas suas dívidas?

Os editais de leilão trazem todas as informações disponíveis quanto às dívidas. Havendo omissão no edital dentro do prazo de 10 dias pode o arrematante desistir caso tenha conhecimento de ônus não informado que lhe traga prejuízo. Nos leilões extrajudiciais geralmente os bens são entregues sem ônus. Em alguns casos o valor de venda é reduzido admitindo-se a responsabilidade do comprador para a quitação dos mesmos. Nos leilões judiciais os débitos fiscais jamais acompanham o bem arrematado (art 130 CTN), mas eventuais débitos que perseguem a coisa podem ser de responsabilidade do arrematante, mas estarão definidas em edital (art 908 do CPC).

O que é uma carta de arrematação?

Carta de arrematação é o documento que o juiz expede para os bens sujeitos á registro e que comprova a compra pelo arrematante. Veículos, aeronaves, embarcações, imóveis e direitos via de regra precisam da carta da alienação judicial para registro. Não sendo necessário o juízo determina a expedição do mandado de entrega.

Até quando o arrematante pode desistir da arrematação?

Nos leilões judiciais em até 10 dias da assinatura do auto de arrematação caso algum ônus que lhe cause prejuízo não tenha sido informado no edital do leilão; antes da expedição da carta de arrematação caso o executado manifeste motivo de nulidade; ou ainda caso seja citado em ação autônoma para desconstituir a arrematação. Em todos os casos, sem quaisquer custas ou ônus ao arrematante.
Nos leilões extrajudiciais não lhe é facultado desistir após arrematar e não se aplica o código de defesa do consumidor.

Quando ocorre o aperfeiçoamento da arrematação?

Nos leilões judiciais a arrematação se aperfeiçoa com a assinatura pelo juiz do auto de arrematação.

É possível arrematar um imóvel coletivamente?

Sim, um imóvel pode ser adquirido por mais de um licitante, e poderão fazer a divisão do bem arrematado ou tornando-se co-proprietários do todo.

Precisa homologar cadastro para participar de leilão?

O participante deve preencher as informações cadastrais e aguardar a homologação a fim de que possa participar do leilão. Geralmente as pessoas jurídicas e as pessoas físicas devem enviar documentos comprovando os dados informados. Para o leilões em que o acesso à plataforma se dá através de certificação digital o envio de documentos é dispensado.

Como envio minha documentação?

A documentação é enviada através de upload na plataforma do leiloeiro, ou entrega de cópias reprográficas no dia do leilão, caso o cadastro seja permitido no momento do credenciamento de participação em auditório.

Cadastrando-me no site, recebo informações sobre os próximos leilões?

Sim, desde que assinaladas as opções de interesse.

O que fazer se o imóvel que arrematei estiver ocupado?

Nos leilões judiciais no novo Código de Processo Civil ( art 880, § 2º, I e art 903, § 3º) o juiz mandará emitir a carta de alienação ou arrematação e o mandado de imissão na posse, quando se tratar de bem imóvel. Isso é, mandará o ocupante sair do imóvel. Nos leilões extrajudiciais o arrematante deverá certificar-se de que o ocupante desocupará de forma voluntária, senão deverá promover ação judicial possessória para a posse, comprovando a propriedade adquirida pela arrematação em leilão público.

Quando posso mandar a proposta?

Nos leilões, inclusive judiciais, admite-se o encaminhamento de propostas de forma escrita, antes do início do leilão, indicando o sinal de negócio, a quantidade de parcelas, o índice de correção.

Minha proposta foi recebida?

Recomenda-se contactar a equipe do leiloeiro para certificar-se do recebimento da proposta.

Propostas de credores têm preferência?

Credores concorrem em igualdades de condições com qualquer outro licitante. Importante esclarecer que as propostas encaminhadas não inviabilizam o leilão. A grande parte dos juízes entende que propostas servem para parametrizar o preço e condições caso não tenha havido arrematação no leilão, portanto se o interesse é de fato aquisição, procure participar do leilão realizando lances, dentro das condições do edital.

Se eu der uma proposta agora maior que o lance vai valer a minha proposta?

A proposta apresentada não suspende o leilão, portanto não é garantia de que a não participação na fase de lances privilegiará o proponente.

Como funciona a caução dos 25%?

Nos leilões judiciais conforme  CPC art 895 § 1º a proposta conterá, em qualquer hipótese, oferta de pagamento de pelo menos vinte e cinco por cento do valor do lance à vista e o restante parcelado em até 30 (trinta) meses, garantido por caução idônea, quando se tratar de móveis, e por hipoteca do próprio bem, quando se tratar de imóveis.

Qual potencial construtivo do imóvel?

Está definido na documentação disponibilizada pelo município no caso dos imóveis urbanos e depende das leis. No município de Curitiba está na Guia Amarela.

Não consegui achar a localização do lote.

Normalmente o registro do imóvel é documentação complementar ao edital. Procure no site do leiloeiro.

Saldo de leilão quita IPTU e condomínio?

Antes do pagamento do credor o juiz promove o concurso de credores, remetendo os valores aos credores conforme definido em lei. Em se tratando de débitos do próprio bem (aqueles que acompanham a coisa) há preferência no pagamento. Ressalva ao crédito preferencial trabalhista.

Se a dívida do condomínio for maior que o arremate o saldo fica para o arrematante pagar?

Havendo previsão em edital da entrega livre e desembaraçada de qualquer ônus, não perseguirá. O condomínio deve impugnar o edital antes da realização do leilão caso não concorde. Entretanto não havendo menção e o valor constar em edital, sendo de conhecimento do arrematante, e se o valor da arrematação não for suficiente para sua total quitação, após instauração do concurso de credores, eventual valor residual poderá ser cobrado do arrematante. Deve-se observar que uma vez arrematado as taxas condominiais serão devidas pelo arrematante, independente da posse.

O que é um repasse no leilão?

Repasse é quando o leiloeiro ao final, antes de considerar encerrado o leilão, repasse os lotes não vendidos, aqueles que não houve lance, a fim de verificar se algum licitante tem interesse na arrematação. Isso é comum nos leilões presenciais ou simultâneos.

O que é a modalidade de licitação leilão?

Leilão é espécie de licitação definida na lei de licitações – 8.666/93 utilizável na venda de bens móveis e semoventes (arts. 22, § 5, e 53) também de imóveis (art. 19, III)."

O que quer dizer leilão em loteamento?

É quando ainda não estão separados os lotes, mas o leilão já foi contratado ou determinado. Em breve os lotes serão descritos e precificados em lance mínimo.

O que acontece depois leilão?

Os bens arrematados são entregues ao arrematante desde que tenha pago o preço e cumprido as condições do edital.

Como funcionam os sites de leilão online?

Lances podem ser realizados conforme as definições do edital.  No site www.kronbergleiloes.com.br as regras de cada leilão estão definidas nos editais.

Qual leilão online é confiável?

O site do leiloeiro Helcio Kronberg realizado pela plataforma de investimentos em leilões www.kronbergleiloes.com.br  é confiável. Outros leiloeiros possuem plataformas. Verifique sempre no site da Junta Comercial da Unidade da Federação o nome e site do leiloeiro. Leilões falsos são publicados e geralmente hospedados em servidores fora do Brasil. Para ter certeza da veracidade do site do leiloeiro certifique-se de sua existência, visite o leiloeiro e procure conhecer os bens que arremata, antes do leilão.

Como participar de leilões na internet?

Através da realização de cadastro, aguardando a homologação. Mas procure ter certeza da existência do bem anunciado e loteado. Verifique sempre no site da Junta Comercial da Unidade da Federação o nome e site do leiloeiro. Leilões falsos são publicados e geralmente hospedados em servidores fora do Brasil. Para ter certeza da veracidade do site do leiloeiro certifique-se de sua existência, visite o leiloeiro e procure conhecer os bens que arremata, antes do leilão. Falsários utilizam-se da credibilidade que possuem os leiloeiros para a criação de sites falsos, inclusive com atendimento humano por telefonia. Não caia em golpes.

Quanto tempo dura um leilão online?

Não há tempo definido. Alguns leilões podem ter limite temporal, encerrando-se em determinado horário.
Já os leilões judiciais podem se prolongar pois cada lance reinicia o cronómetro oportunizando novos lances, normalmente só encerrando 180 segundos após o maior lance não coberto.

Como vencer um leilão online?

É necessário que ofereça o maior valor. Muitas vezes aumentar o lance acima do anterior e a soma do valor incremental é demonstração de interesse e desincentiva outros participantes que têm receio de aumentar significativamente o valor do lance.

Como saber se um leilão é confiável?

Verifique sempre no site da Junta Comercial da Unidade da Federação o nome e site do leiloeiro. Leilões falsos são publicados e geralmente hospedados em servidores fora do Brasil. Para ter certeza da veracidade do site do leiloeiro certifique-se de sua existência, visite o leiloeiro e procure conhecer os bens que arremata, antes do leilão. Leiloeiros além de anúncios também escrevem, falam, são autores de livros. Procure informações na internet que evidenciem sua existência. Os sites dos falsários dependem de anúncios para serem ofertados ao público. Assessore-se de um advogado no caso do leilão judicial, e nos processos judiciais haverá a nomeação do leiloeiro. A maior parte dos processos atualmente são eletrônicos e os advogados têm acesso.

Como saber se um leilão é falso?

Verifique sempre no site da Junta Comercial da Unidade da Federação o nome e site do leiloeiro. Leilões falsos são publicados e geralmente hospedados em servidores fora do Brasil. Para ter certeza da veracidade do site do leiloeiro certifique-se de sua existência, visite o leiloeiro e procure conhecer os bens que arremata, antes do leilão. Um indício são sites finalizados em .org , .com , .net. Os com domínio no Brasil como .lel.br ou .com.br são os usuais dos leiloeiros.  Um indício de site falso é quando a conta de depósito não é a do próprio leiloeiro. Leilões judiciais geralmente são expedidas guias judiciais ou a conta para depósito é aberta em bancos oficiais. Assessore-se de advogado para não cair no golpe do falso leilão.

Como identificar site de leilão falso?

Primeiro verifique se está hospedado no Brasil. Verifique o responsável no site do registro.br. Verifique se o leiloeiro está matriculado na Junta Comercial da Unidade da Federação ao qual está vinculado. Procure os sites diretamente pelas ferramentas de busca. Não clique em links em e-mails ou sites. Podem ser falsos.

Como funciona o pagamento de leilão online?

Assim como o leilão presencial, os leilões on line os depósitos são feitos em nome do comitente ou do leiloeiro. Pode ser organizado através de boletos bancários. Preferencialmente utilize o sistema PIX de pagamentos.
Iniciamos com informações sobre os pagamentos em leilão, respondendo também a pergunta online

Quem paga a comissão do leiloeiro?

A comissão do leiloeiro é paga pelo arrematante.

A comissão do leiloeiro é negociável?

Não. Ela é definida em lei e será de no mínimo 5%. Mas o juiz poderá arbitrar comissão maior nos leilões judiciais.

Como funciona as parcelas de um leilão?

Estarão definidas em edital de leilão. No caso dos leilões judiciais, no silêncio do juízo, poderá ser realizada proposta para pagamento em parcelas, com sinal de 25% e o restante em trinta parcelas, corrigidas.

Arrematei e qual o próximo passo?

Realizar o pagamento, aguardar o contato do leiloeiro para os procedimentos de entrega. No caso de leilões judiciais dependendo do tipo de processo existem prazos a serem cumpridos. Assessorando-se de advogado pode ser mais confortável participar dados os termos jurídicos utilizados e normalmente de desconhecimento do leigo. Mas o leiloeiro sempre estará disponível para as explicações de praxe.

Quando recebo a guia qual o prazo de pagamento?

No prazo definido para pagamento o arrematante deve realizar o pagamento. Geralmente no mesmo dia ou no dia útil subsequente deve ser realizado o pagamento com utilização da guia judicial expedida, boleto bancário, ou menção da conta corrente para crédito dos valores. Não pode o arrematante alegar a falta de pagamento por não ter recebido a guia. Na falta de contato deve procurar o leiloeiro que conduziu o leilão.

Após arremate quanto tempo para receber a carta de arrematação?

Após a fluição dos prazos que são diferentes em cada tipo de processo. Nas execuções fiscais não antes de trinta dias úteis. Nos demais processos não menos que 10 dias úteis. Mas o arrematante pode procurar diretamente a vara judicial para verificar quando está disponível para retirada. O Leiloeiro não pode pleitear direito de terceiros.

Como funciona a retirada do lote após o arremate?

O bem é entregue pelo leiloeiro se este estiver na posse e se determinado pelo vendedor ou pelo juiz do processo.

Como cancelar lance de leilão?

Os lances são irretratáveis, irrenunciáveis, e a participação em leilão, por superar lance de outro, não se aplica o código de defesa do consumidor. Logo, é imprescindível que o licitante entenda que ao dar lance realiza a oferta, que se aceita pelo vendedor, seja judicial ou não, obriga-o ao pagamento, podendo ser responsabilizado administrativamente, civil e criminalmente (art 358 CP) em caso de inadimplemento.

O que acontece se eu desistir de um leilão?

Pode ser multado, conforme previsão do edital, além de responder administrativamente, civil ou criminalmente pelo ato praticado.

O que acontece se eu não pagar um leilão?

Pode ser multado, conforme previsão do edital, além de responder administrativamente, civil ou criminalmente (art 358 CP)  pelo ato praticado.

Por que os carros e outros veículos vão para leilão?

Inúmeros são os motivos que levam um veículo à alienação através de leilões
Nos leilões extrajudiciais podem ser veículos de frotas, cujos recursos são destinados para renovação.

Também podem ser veículos sinistrados, cujas companhias seguradoras já indenizaram os segurados e agora precisam recompor a reserva técnica

Os bancos e financeiras podem ter recebido esses veículos dos devedores inadimplentes, de forma voluntária ou judicial, já foram incorporados ao seu patrimônio, e necessitam recompor o caixa através de alienação transparente e impessoal, buscando a maximização de preço.

Poder ser oriundos de contratos de alienação fiduciária, cuja consolidação da propriedade se efetiva com a notificação e configurada inadimplência, devendo ser ofertado conforme lei. Nos leilões judiciais pela inadimplência do executado, do valor definido em sentença, são constritos (penhorados) tantos quantos bens forem necessários para conversão em moeda através do leilão judicial.

O que acontece quando um carro vai para leilão?

Ele é vendido e o antigo proprietário se obriga a entregá-lo ao arrematante, e se não o faz configura-se a apropriação indébita (crime previsto no art 168 CP). Se recebe a ordem do juiz para fazê-lo e não o faz, comete o crime (art 330 CP) de desobediência judicial.

Qual a desvalorização de um veículo de leilão?

Os veículos leiloados não sofrem desvalorização maior que aqueles vendidos entre particulares, apenas não são possíveis testes de performance, o que faz que os licitantes não subam os preços devido à dúvida de seu estado de conservação. Não há qualquer ressalva no documento do veículo que é oriundo de leilão.

É bom comprar carros de leilão?

Sim, os valores negociados são bem abaixo do mercado. Tanto é que a maior parte dos compradores em leilões são comerciantes, que realizarão a cosmética necessária e os venderão com lucro aos compradores.

Como é que faz para participar de leilões de carros ou outros veículos?

Procure sites de leiloeiros conhecidos e atuantes, e não participe de leilões cuja única forma de encontrá-los na internet é através de anúncios. Preferencialmente procure os escritórios do leiloeiro, visite-o e peça para ver o bem.

Como funciona a compra de carros em leilão?

Procure sites de leiloeiros conhecidos e atuantes, cadastre-se, envie os documentos e aguarde homologação.  JAMAIS participe de leilões cuja única forma de encontrá-los na internet é através de anúncios. Preferencialmente procure os escritórios do leiloeiro, visite-o e peça para ver o bem.

Como funciona leilão online de carros?

OS LOTES são definidos pelo leiloeiro, em consonância com o Poder Judiciário ou comitente vendedor. São organizados em sequência. Dê seu lance através de seu login e senha. Supere o lance e programe seu lance automático. Não arremate se não tiver capacidade de pagamento. Não é admitida desistência

Os débitos de veículo são baixados?

Nos leilões extrajudiciais de particulares e instituições financeiras é de responsabilidade do vendedor a entrega do bem sem nenhum ônus, a não ser as taxas e custas definidas em edital.
Os extrajudiciais de apreensão de trânsito, definidos no Código de Trânsito Brasileiro, são desvinculados dos antigos proprietários, mas o prazo para tanto tem sido bem acima da média de 60 dias, pois envolvem vários órgãos e instituições ( Poder Judiciário no caso das penhoras e arrecadação das massas falidas; IPVA – Fazenda Estadual, Licenciamento – DETRAN; Multas e restrições administrativas – Diversos órgãos de Trânsito; Seguro Obrigatório (DPVAT) – Seguradora; Restrições Bancárias e de Alienação Fiduciária – Instituições Financeiras)

O que significa quando o carro é de leilão?

Significa que ele pode ter sido arrematado em leilão, e algumas empresas de verificação da situação veicular obtém irregularmente essa informação buscando "crivar" o bem em relatórios reservados a fim de desvalorizar o bem ao mercado. O "crivo" inicialmente era utilizado apenas para ter-se o histórico de veículos acidentados cuja indenização se deu por companhia seguradora. Atualmente o crivo traz informação equivocada ao mercado pois a maior parte dos veículos não são oriundos de sinistros. Os veículos sinistrados geralmente são vendidos a empresas de desmonte para a utilização de suas peças e partes no comércio, portanto os referidos veículos são em sua maioria baixados no DETRAN, ficando proibida sua circulação.

O que significa veículo com passagem em leilão?

Veículo com passagem em leilão significa que ele pode ter sido arrematado em leilão, e algumas empresas de verificação da situação veicular obtém irregularmente essa informação buscando "crivar" o bem em relatórios reservados a fim de desvalorizar o bem ao mercado. O "crivo" inicialmente era utilizado apenas para ter-se o histórico de veículos acidentados cuja indenização se dei por companhia seguradora. Atualmente o crivo traz informação equivocada ao mercado pois a maior parte dos veículos não são oriundos de sinistros. Os veículos sinistrados geralmente são vendidos a empresas de desmonte para a utilização de suas peças e partes no comércio, portanto os referidos veículos são em sua maioria baixados no DETRAN, ficando proibida sua circulação.

Como funciona leilão de carros recuperados de financiamento?

São os leilões de veículos de bancos e financeiras em que a instituição necessita recompor o caixa por ter garantia do bem que estava vinculado ao contrato inadimplido de empréstimo ou alienação fiduciária.

O que é um veículo de repasse?

Um carro de repasse recebe esse nome por ser repassado no estado em que se encontra para o comprador. Diferente de um carro vendido normalmente por uma loja, ele não tem qualquer garantia sobre motor, câmbio ou qualquer outro componente, por isso tem um valor abaixo da tabela.  Quando uma loja de seminovos e usados faz uma operação normal de compra e venda, ela cuida de todos os aspectos daquele veículo, sejam eles estéticos ou mecânicos. Com isso, ela pode dar uma garantia sobre o produto, mas também vai vendê-lo pelo preço normal de tabela (ou acima dele), para que obtenha seu lucro. Os leilões são venda de repasse, mas não há garantia. Ou seja, qualquer problema futuro terá que ser resolvido pelo comprador.

Que modalidade de licitação é utilizada pelos órgãos públicos para a venda de bens móveis inservíveis e imóveis?

Leilão.

Quais são as modalidades de licitação pública?

Concorrência. Tomada de preços. Convite. Concurso. Leilão. Pregão.