Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

Venda de ativos em leilão online é estratégia para empresas em época de crise

A crise econômica causada pela pandemia obrigou pequenas, médias e grandes empresas a repensarem estratégias de sobrevivência. Entre elas, está a venda de ativos desnecessários em leilão como um caminho econômico para recuperar dinheiro no caixa.

“Em épocas tão imprevisíveis, é uma boa estratégia vender por meio de leilão de ativos, como frota de veículos, mobiliário, materiais de escritório, ou até mesmo parte do parque fabril, como máquinas e equipamentos. O desafio é deixar o caixa da empresa com mais fôlego até essa crise passar”, aconselha Helcio Kronberg, leiloeiro público oficial.

De acordo com Kronberg, normalmente aquisições de ativos em leilões são pagas à vista pelo arrematante, o que garante dinheiro rápido e sem burocracia. “É uma estratégia rápida de fazer dinheiro e equilibrar o caixa. Nos períodos em que a economia vai bem, as empresas pensam em renovar seus parques e leiloar os antigos, e quando o momento econômico não é favorável elas se reestruturam e vendem parte de seus bens”, explica.

Na Kronberg Leilões, há dezenas de lotes com veículos, máquinas, equipamentos, materiais de escritório, entre outros itens. Há também diversas empresas leiloando suas massas falidas.